Surpreendente …. CRISPR: o diagnóstico de “todos os males”!

Você sabe o que é CRISPR? Se não, saiba que é um dos mais importantes avanços científicos do século XXI. CRISPR é uma técnica inovadora de biotecnologia mais conhecida como ferramenta de edição de genes (“gene editing”) ou reparo do DNA (“DNA repair”) … isso mesmo “Reparo do DNA” do ponto de vista genético!

Em 2016 publicamos esta matéria CRISPR: o impacto da edição do DNA na medicina, Saúde Business, 11.fev.2016 que destacava a descoberta do CRISPR como o “maior avanço da ciência em 2015” em um vídeo – de fácil compreensão – do Fantástico (TV Globo). Ver vídeo aqui: Técnica que modifica DNA pode ser chave da cura de muitas doenças, Fantático, 03.jan.2016.

Para maiores detalhes científicos sobre “essa sopa de letrinhas” que se pronuncia “Crisper” ver aqui: CRISPR no Wikipedia.

O tempo passou desde 2015 e nos encontramos no meio de um grande furação conhecido como Covid-19.

Desde aquela época muito se falou sobre o tal do CRISPR desde cura de graves doenças genéticas (foco inicial da técnica), como também a “discutível programação de bebês“, para o teste do coronavírus, como terapia para retardar o envelhecimento, e agora é apontada para o nicho promissor de diagnóstico de doenças de uma forma mais ampla.

A ferramenta de biotecnologia mais conhecida pela edição de genes está sendo usada agora para desenvolver testes portáteis de uso residencial para detectar doenças infecciosas e até câncer. Isso pode mudar a forma como os medicamentos são feitos.

À medida que a corrida para tratar doenças com CRISPR se aquece e, os primeiros ensaios clínicos em humanos começam, também existe o potencial de empregar o CRISPR para fazer diagnósticos rápidos e portáteis que podem ser usados ​​em quase qualquer lugar para detectar praticamente qualquer infecção ou mutação genética.

No futuro próximo, novos testes de diagnóstico poderão economizar tempo e dinheiro, ignorando completamente a visita ao médico. Semelhante a um teste de gravidez residencial, esses diagnósticos podem render um resultado positivo ou negativo em questão de minutos. Esse resultado pode ser enviado por meio de um aplicativo no telefone para o seu médico, que pode imediatamente escrever uma receita ou sugerir um tratamento. Os testes podem até ser usados ​​em hospitais para determinar rapidamente as mutações genéticas específicas que causam um tumor ou permitir que as pessoas determinem rapidamente seu risco genético futuro de certos tipos de câncer.

Essas são novas idéias no uso da técnica CRISPR impulsionam a Mammoth Biosciences e a Sherlock Biosciences, duas startups que desenvolvem os testes que usam a técnica genética inovadora. A biotecnologia ajuda a transformar a medicina.

Veja mais detalhes sobre este assunto aqui nesta matéria: CRISPR Could Be the Future of Disease Diagnosis, OneZero, 25.jul.2019.

Novas técnicas & tecnologias (p. ex., IA, Crispr, Stem Cell, 3D Printing, Microbioma, Robótica, etc) – para quem acredita – vão transformar a medicina nos próximos 10 anos … “quem viver verá”!

2 Respostas

Ola, deixe seu comentário para nossa comunidade!