Por quê acesso à saúde é uma das maiores oportunidades para empreendedores, no Brasil ?

Um dos maiores desafios na gestão de um país é subsidiar um sistema que provenha saúde à população, seja ele privado como acontece em países europeus, por exemplo, a Holanda; seja em sistemas públicos de cobertura universal, como o Brasil.

A interposição de uma série de empecilhos como o porte do nosso país, subfinanciamento, desvios de verbas e falta de capacitação para exercício de funções administrativas desde o micro até o macro são mazelas que tem causado certa decepção na população brasileira quando o assunto e a saúde.

Em estudo publicado na revista The Lancet que ranqueou 195 países no que tange ao acesso a saúde e controle epidemiológico de doenças, Ashkan Afshin da Universidade de Washington relatou que “as políticas voltadas a aprimorar o acesso à saúde trazem muitos benefícios. E isso ganha importância quando consideramos que alguns problemas, como obesidade e hipertensão, seguem crescendo em várias regiões”.

acesso-c3a0-sac3bade-precisa-melhorar-no-brasil-grc3a1fico

Fonte: Saúde Abril

Notavelmente, essa curva epidemiológica de doenças infectocontagiosas e o aumento de doenças crônicas, como diabetes e obesidade mostra que há uma falha severa no acesso a saúde, que no Brasil deveria ser universal.

E a cabeça dos empreendedores fervilha diante desse necessário, já que a avidez por solucionar problemas sempre fala mais alto na mente daqueles que buscam impactar a sociedade que vivemos.

Por que então, não aproveitar essa brecha no nicho da saúde, especificamente no que tange ao acesso?

A palavra acesso tem em sua definição no dicionário Aurélio, o ato de chegar ou entrar. Vislumbrar o sistema de saúde como uma porta, e a sala de estar como um acolhimento possibilita que entendamos a visão do paciente. Se não for atrativo e vantajoso, ele não entra. E se não for bem acolhido, não volta mais.

Por que não digitalizamos ainda a recepção? Acolhimento? Agendamento? Por que os prontuários não são plenamente eletrônicos? Onde esta a integração com os pacientes digitais ao sistema?

A assistência à saúde tem que se adaptar a época, público e necessidades que se apresentam a ela. Mas será que isso tem acontecido?

Diversos empreendimentos têm surgido no Brasil como um esforço para ampliar o acesso à saúde no país. Quer conhecer mais?

Participe do Clínica do Amanhã 2018 (06/04, InovaBra Habitat), apenas 100 vagas.

PARTICIPE

Vídeo: Clínica do Amanhã 2017

Outros informações excepcionais:

Programa de telemedicina do Einstein! Simplesmente FANTÁSTICO

Clique aqui

Entrevista com Guilherme Azevedo, da rede de Clinicas Populares Dr Consulta

Clique aqui

Está com dúvidas sobre algum dos itens acima? Deixe seus questionamentos e sugestões nos comentários!

Tenha uma excelente semana!

Bruno Lima

Health Innova HUB in Training

Sobre Fernando Cembranelli

Médico formado pela UNIFESP, com Residência Médica, em Administracao Hospitalar, pelo Hospital das Clínicas da FMUSP e MBA com foco em Healthcare Management pela Fuqua School of Business (Duke University). Co-fundador do EmpreenderSaúde, Ex-gerente do Centro de Inovacao do HCFMUSP, partner da Live Healthcare Media e CEO do Health Innova HUB (Health Innovation HUB)

Ola, deixe seu comentário para nossa comunidade!