Microbioma: o seu “segundo” DNA!

Em 2018 escrevemos esta matéria aqui abaixo sobre Microbioma onde temos uma história interessante sobre a existência dos micróbios e bactérias:

A Hora e a Vez do Microbioma, Saúde Business, 20.jan.2018

Mais ou menos 05 anos de antes os micróbios e as bactérias já começavam a intrigar os médicos que em função do “O corpo humano ser composto por 10% de células humanas e 90% por micróbios. Os micróbios representam de 1 a 3% do peso de um ser humano” perguntavam para si mesmos: então  não tem como os micróbios não influenciarem a saúde humana. As pesquisas já mostravam que naquela época as “as crianças que nasciam de cesárea tinham 500% mais de chance de ter doenças alérgicas pois no nascimento não eram “untadas” pelas bactérias existentes na vagina materna quando nascem de parto normal”.

À medida que os estudos e as pesquisas do Microbioma humano evoluíram os médicos descobriram “que o Microbioma Humano era a “nova fronteira da Medicina” e que o equilíbrio do Microbioma Intestinal era responsável pela saúde de um indivíduo pois estes micróbios intestinais interagiam com vários sistemas regulatórios do corpo humano tais como sistema digestivo, sistema nervoso central e sistema imunológico influenciando uma série doenças como autismo, depressão, diabetes, obesidade, câncer, doenças cardiovasculares, doenças gastrointestinais, esclerose múltipla, síndrome de fadiga crônica, alergia a lactose, e outras mais”. 

Podemos dizer que um ser humano qualquer tem 02 DNA´s: (a) um DNA “clássico” que define as características do ser humano e que normalmente não pode ser alterado – antes do CRISPR e outro (b) que é o Microbioma que pode ser alterado através da alimentação (dieta) do ser humano em questão.

Ver: a) CRISPR – Gene Editing; b) Como o microbioma pode ser alterado; e c) A alimentação probiótica e prebiótica alteram o microbioma.

Pelo que vemos aqui podemos concluir que o tipo de alimentação que consumimos é fundamental para a nossa saúde (leia-se microbioma) e então colocamos uma pergunta que não calar: “A nossa alimentação pode provocar câncer?”. Good question! (Ver How our food can influence our microbiome and cause cancer). A evolução das pesquisas vai responder a esta questão!

Atualmente já existe uma forte percepção que o microbioma pode provocar o câncer de cólon (ver Microbiome and colon cancer).

A Importância do Microbioma

Os microrganismos habitam muitas partes do corpo humano, incluindo o trato gastrointestinal, pele, saliva, mucosa oral e conjuntiva, com a grande maioria residindo no cólon. Cada um desses microbiomas é distinto dependendo da localização no corpo, e a relação geralmente é mutuamente benéfica. 

O microbioma desempenha um papel crítico na saúde humana, apoiando processos como:

  • Manutenção da integridade intestinal;
  • Decomposição dos alimentos;
  • Fornecimento de vitaminas essenciais, nutrientes e ácidos graxos de cadeia curta benéficos, como butirato;
  • Regulação do sistema imunológico, por exemplo, modulação do desenvolvimento da estrutura linfóide e diferenciação de células T 2;
  • Proteção contra infecção por meio da secreção de bacteriocinas e antagoniza os patógenos;
  • Contribuição para a saúde mental;
  • Regulação do metabolismo.

Pela importância do Microbioma ele já tendo sido visto na Medicina com o “próximo capítulo” da Medicina de Precisão (ver How the microbiome is the next chapter in precision medicine, 02.jan.2020).

Para conhecer mais da relação do Microbioma com a Medicina ver aqui: Microbiome and Medicine.

E se o microbioma tem uma relação íntima com as doenças que tal pensar em usá-lo para tratá-las? Como não sou médico (e não “receito cloroquina” para o povo) não me considerem “charlatão” (rs) por estar tratando destes assuntos. Meu papel aqui é apenas “levantar” pontos importantes sobre a relação entre o microbioma e as doenças humanas que podem ser endereçados com a evolução evidente das pesquisas sobre o tema em questão!

E como o microbioma poderia ser usado para tratar doenças? Ver então aqui: How microbiome could help to treat disease.

E para finalizar enquanto você ainda está atônito com tanta informação, aproveite e leia esta EXCELENTE matéria recente e BEM detalhada sobre o microbioma e em português (um grande achado, né?!):

Microbioma: Qual é a dele?, UOL, 27.jan.2021

Conheça nesta matéria acima a estória por trás desse “órgão” ignorado que é considerado a sua “segunda impressão digital”!

by Eduardo Prado

Outras matérias do autor aqui no Startup Saúde

Data: 29.jan.2021

Ola, deixe seu comentário para nossa comunidade!