Healthcare Trek: Lady Gaga, Pacientes 2.0 e as Doenças Crônicas na Era Digital!

Essa semana o Rock in Rio inicia sua série de shows, com grandes artistas do cenário nacional e internacional. Uma das principais atrações seria a Lady Gaga, pop star que ao longo de sua carreira acumulou polêmicas e fãs.

A mais recente “polêmica” está relacionada a sua saúde. Lady Gaga revelou que sofre de fibromialgia, e que devido ao quadro grave da doença, ela não poderia comparecer em seu show.

Gaga.jpg

 

O que é a fibromialgia?

A doença é caracterizada por dor generalizada persistente, por no mínimo três meses seguidos, acompanhada por fadiga crônica, ansiedade, depressão, distúrbios do sono, alterações intestinais e pontos dolorosos em regiões anatômicas bem definidas.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), Aproximadamente 6 milhões de brasileiros sofrem deste mal, sendo as mulheres as mais afetadas.

Embora a causa da fibromialgia ainda seja um mistério, os médicos especialistas acreditam que os genes podem desempenhar um papel, informa a National Fibromyalgia Association. Eventos estressantes na vida da pessoa, como trauma físico ou cirurgia, também podem se correlacionar com sua dor crônica.

 

A doença da cantora levantou diversos questionamentos de quem a acompanha ou se deparou com a notícia acerca da doença. Tais questionamentos refletem um novo movimento na saúde, o Paciente 2.0, empoderando o paciente, que busca entender seu problema, suas soluções e encontrar um desfeixo junto ao médico, e não apenas com o médico.

O contexto e os paradigmas de mundo mudaram e na área da saúde não seria diferente. Atualmente temos um paciente totalmente conectado e a frequência com que ele interage com o médico de forma ativa em relação a sua saúde é cada vez maior. O paciente ao chegar no consultório já leu sobre os sintomas e traz possíveis hipóteses diagnósticas ou, tendo uma doença diagnosticada, é capaz de discorrer sobre características, prognósticos, tratamentos disponíveis, etc.

Game

 

A postura passiva tem diminuído drasticamente, e esse novo paciente assume o papel de protagonista da própria saúde. É questionador, quer dialogar com o médico e participar das decisões, fazendo a escolha mais adequada diante das necessidades e estilo de vida. É um comportamento que se encaixa perfeitamente nos conceitos contemporâneos de medicina individualizada e humanizada.

O Paciente 2.0 possui informação na palma da mão, o que facilita o entendimento da própria saúde. A Era Digital fortalece essa relação entre o paciente e seus problemas, e aciona um alerta para os médicos mais tradicionais, que precisam compreender esse novo paciente, interagir e criar laços mais humanos, transformando a relação passiva entre médico-paciente em uma relação ativa e humanizada.

Cabe aos pacientes buscarem informações em locais confiáveis, como portais acadêmicos e de organizações de saúde, priorizando dados verdadeiros. Ao médico, cabe interagir nessa busca, disponibilizando referências e destacando estudos que auxiliem o paciente na compreensão de seu problema, trazendo mais clareza e compreensão de ambos os lados.

healthcaretrak_semfiltro

MISSÃO DE SAÚDE AO VALE DO SILÍCIO 

Healthcare Trek 2017 é uma missão ao coração da transformação digital em saúde no Vale do , que irá levar um grupo de 20 transformadores em saúde para conhecer e interagir com os fundadores das startups digitais de saúde, que estão transformando o setor. Participaremos da Conferência Health 2.0, a maior Conferência de Startups em Saúde Digital do Mundo e teremos conversas transformadores com incríveis líderes em saúde de organizações como Stanford Biodesign, Startup HealthStack.

We are READY TO GO!

Participe!

 

Atenciosamente,

Felipe Ricci

HIHub Leader Development Program

felipe.ricci@hihub.co

 

Sobre Fernando Cembranelli

CEO e Founder do Health Innova HUB, Ecossistema Digital de Inovao em Sade. Mdico formado pela UNIFESP, com Residncia Mdica, em Administrao Hospitalar, pelo Hospital das Clnicas da Faculdade de Medicina da USP e MBA com foco em Healthcare Management pela Duke University Foi Co-fundador do EmpreenderSade, Gerente do Centro de Inovacao do Hospital das Clnicas da Faculdade de Medicina da USP e Partner da Live Healthcare (Portal Sade Business, Sade Business Frum e Healthcare Innovation Show).

Ola, deixe seu comentário para nossa comunidade!