3 grandes mudanças que aconteceram em 2017 no mundo da saúde!

2017 para muitos foi um ano de extremos. Questionamentos políticos, financeiros, legislativos, sociais e até musicais transformaram os debates ao redor do país e do mundo.

Paralelo a essas questões, o mundo caminhou na mesma direção em questões relacionadas ao empreendedorismo, o que impactou a área da saúde, considerada uma das áreas com maior potencial de transformação.

Nesse artigo, listamos 3 grandes mudanças que impactaram a área da saúde e que discutiremos muito em 2018.

 

Consolidação da Telemedicina e Telessaúde

A telemedicina finalmente está entre nós. Claro, estamos em uma etapa ainda inicial se comparado aos EUA, porém grandes players estão entendendo que a telemedicina pode reduzir custos e eliminar gargalos.

mudanças1

Em 2017 tivemos entidades, associações, grandes corporações e o grande público discutindo o atendimento, diagnóstico e acompanhamento por meio de “Tele-Soluções”.

A discussão amadurece conforme mais pessoas, com conhecimento e curiosidade, entram no debate, favorecendo a regulamentação e consolidação.

Um dos grandes players que está na linha de frente da discussão é o Hospital Albert Einstein. Em 2017, o Hospital anunciou um investimento geral para os próximos 5 anos de R$2.4 bi, sendo a telessaúde um dos pilares estratégicos nessa nova fase.

Nesse ecossistema, a ZenKlub, startup de teleterapias, está recebendo grande destaque. Vem recebendo aceleração da Grow+, uma das maiores aceleradoras de saúde do país. Sua solução consiste basicamente em organizar uma plataforma com um profissional (psicólogo ou terapeuta) em que o usuário tenha acesso aos seus serviços de forma remota.

 

Experiência do Usuário

Para mim, UX – junto com Bitcoin – foi o conceito do ano.

Em um mundo com tecnologia em todos os setores, automatização, IA, Blockchain, etc, a Experiência do Usuário ainda é um dos fatores mais relevantes para o sucesso do seu produto.

mudanças1

Empatia, validação, escutar o máximo de clientes possível e tornar o seu produto amigável são fatores que implicam no resultado final do seu negócio. Quantas startups não vimos quebrar, mesmo com uma solução excepcional, mas que mal conversava com a real necessidade do usuário?

UX, na minha opinião, é um dos fatores que nos diferenciará das IAs no futuro, então comece a escutar o seu usuário agora.

 

Amadurecimento dos Investimentos

Um dos fatores que tornou possível a massificação dos 2 itens anteriores, o investimento esteve presente de forma sólido no país. Apesar de números irrisórios se comparado aos EUA, a saúde pode acompanhar uma estruturação de frentes de investimento focadas na área, o que fortalece e faz o ecossistema crescer de forma mais profissional, promovendo embasamento científico, com validações técnicas, compatíveis as apresentadas no exterior.

mudanças1

Essa consolidação dos investimentos é reflexo também dos países mais desenvolvidos nessa área. Os investimentos nos EUA, por exemplo, estão em torno de U$ 5bi apenas em 2017. As startups de saúde atraem investidores pelo alto grau de disrupção do setor, pela capacidade de alcance das soluções e pelo fato de que saúde é um item imediato na lista da população – mesmo que em momentos extremos, como doenças.

 

 

Quais outras mudanças e consolidações você destacaria?

Cite nos comentários!

Abraço,

Felipe Ricci

Sobre Fernando Cembranelli

Médico formado pela UNIFESP, com Residência Médica, em Administracao Hospitalar, pelo Hospital das Clínicas da FMUSP e MBA com foco em Healthcare Management pela Fuqua School of Business (Duke University). Co-fundador do EmpreenderSaúde, Ex-gerente do Centro de Inovacao do HCFMUSP, partner da Live Healthcare Media e CEO do Health Innova HUB (Health Innovation HUB)

Ola, deixe seu comentário para nossa comunidade!