As tendências de 2018 na área da saúde! (Parte 1)

2017 foi um ano extremamente promissor para o ecossistema de saúde no Brasil e no mundo. A porcentagem de investimentos vem crescendo de forma sólida e grandes corporações entenderam que trabalhar com startups pode ser uma vertente sustentável para a sua empresa.

Com tantos acontecimentos, empreendedores e investidores buscam soluções para apostar, e 2018 será ainda mais tecnológico do que os anos anteriores.

Com essa questão, decidimos abordar as tendências, soluções e tecnologias emergentes que são apostas em polos vanguardistas, como Silicon Valey, Tel-Aviv e China.

 

A Ciência do Sono em extrema ascensão tecnológica

A melhora do sono da população é um tema extremamente relevante no meio acadêmico, e está cada dia mais intrínseco a saúde e a rotina das pessoas. “O apetite por produtos destinados a melhorar o sono é muito alto”, confirma o site de notícias tecnológicas UKTN, e é por isso que o financiamento e a inovação de tecnologia do sono nesta categoria também estão decolando.

trend

Colchões inteligentes de Serta Simmons Bedding offshoots Tomorrow Sleep e Oight Sleep incluem características que analisam os ciclos REM para até duas pessoas na cama, possuem alarme inteligente que sabe quando você está em um estágio de sono leve e permite que você controle a temperatura para um ótimo clima de sono.

Ambos os modelos também são compatíveis com casa inteligente, então você pode acordar e perguntar: “Alexa, como eu dormi?”

Biohacking transformará o bem-estar feminino

O Biohacking pode ter começado com foco em homens, promovendo uma melhor saúde, com cafés modificados, dietas Paleo e técnicas para um corpo saudável em pouco tempo. Mas cada vez mais pioneiras e pioneiros do bem-estar feminino estão reivindicando o movimento como seus, adaptando e criando práticas de otimização para a biologia das mulheres.

Um exemplo é o aplicativo MyFLO, criado pela membro da Well + Good Council, Alisa Vitt, que permite que você rastreie e corte seu ciclo menstrual como um médico, sugerindo como aliviar os sintomas de TPM através da dieta e muito mais.

Vídeo: DemoDay da IndiBio, uma das maiores aceleradoras focadas em Life Science e BioTech do mundo.

Especialistas em nutrição como Amanda Chantal Bacon, da Lua Juice, estão misturando o café com plantas e cogumelos adaptogênicos para ajudar a aumentar a resistência mental, aliviar o estresse e equilibrar os hormônios.

Marcas de beleza como Mother Dirt estão usando a ciência das bactérias vivas para adaptar e corrigir o microbioma da pele para problemas como acne, eczema e até mesmo odor corporal.

Longevidade é a aposta universal

A pesquisa avançada sobre o envelhecimento agora permite compreender a ciência por trás de viver mais e mais saudável, aproveitando a verdadeira fonte de vitalidade de suas células – e seu declínio.

trend.jpg

Estamos vendo uma obsessão crescente com a “era da saúde”, ou grandes avanços sobre como os elementos mais microscópicos do corpo contribuem para o processo de envelhecimento.

Um exemplo: Telomeros, os pequenos compostos nas extremidades dos fios de DNA que podem ser alterados para ajudá-lo a voltar no tempo, diminuindo o processo de envelhecimento. Eles estão recebendo mais atenção, graças à pesquisa inovadora da bióloga ganhadora do Prêmio Nobel Elizabeth Blackburn, PhD, e psiquiatra-autora Elissa Epel, PhD. Simplificando, os telômeros curtos se correlacionam a períodos de vida mais curtos, enquanto o inverso é verdadeiro para os longos.

Essas são apenas algumas tendências. Questões mais atuais presentes em nosso cotidiano, como qualidade da saúde populacional, serão abordadas em artigos futuros.

Qual tendência você apostaria para 2018?

Deixe seus comentários!

Boas festas,

Felipe Ricci

1 Resposta

Ola, deixe seu comentário para nossa comunidade!