5 dicas de finanças, que gostaria de ter recebido ao terminar a Residência Médica! Por Dr. Francinaldo Gomes

Depois de passar por grandes dificuldades financeiras durante sua residência médica, Dr. Francinaldo Gomes assumiu o controle de sua vida financeira, atingindo sua independência financeira e hoje propaga o seu conhecimento para colegas em todo o Brasil através do Saúde+Ação. Seu próximo curso será dia 21/10, em São Paulo:

 CLIQUE AQUI

Para evitar que os jovens profissionais passem pelos mesmos problemas, o Health Innova Hub pediu 5 dicas que o Dr. Francinaldo gostaria de ter recebido naquela época. Veja abaixo:

cursoFinance

Dica 1. Começar a poupar o quanto antes para a aposentadoria. Os médicos costumam achar que a renda será sempre crescente pois sempre pode-se trabalhar mais. Eles assumem um padrão de vida muito além do que a renda permite de tal forma que costumam passar a vida trabalhando para pagar contas. Quando ficam mais velhos, percebem que não tem outra fonte de renda que não seja o trabalho. Daí eles se deparam com o dilema: reduzir o padrão de vida ou continuar trabalhando para manter a renda.

Franc

Dica 2. Construir uma reserva de segurança. O médico demora para se estabelecer profissionalmente. Durante o período de consolidação da carreira costumam ocorrer mudanças de locais de trabalho, de cidade e até mesmo de país. Estas mudanças podem implicar em redução ou mesmo num completo cessar de renda por algum tempo. Sem uma reserva de segurança, será necessário recorrer a empréstimos e financiamentos, assumindo dívidas.

Dica 3. Blindar o patrimônio. Da mesma forma que a reserva de segurança, durante a consolidação da carreira médica podem ocorrer imprevistos como doenças graves, acidentes e internações. Através da blindagem patrimonial por meio de um seguro de vida resgatável, é possível antecipar a renda no caso da ocorrência de um destes agravos.

Franc

Dica 4. Montar uma carteira de investimentos. Na fase inicial da carreira médica pode-se depender de renda ativa (aquela proveniente do trabalho). E esta renda pode ser interrompida abruptamente por conta de um agravo. Porém, com o passar do tempo, o médico deve depender cada vez menos do trabalho para gerar renda e passar a depender cada vez mais do ganho com investimentos (renda passiva). Esta não pode ser interrompida abruptamente e permite que ele passa a ter mais tempo para cuidar de si próprio, de sua carreira e de seus familiares.

Dica 5. Encontrar a forma mais barata de levar uma vida rica. O exercício da medicina costuma exigir muito esforço e tempo dos médicos. Os mesmos costumam compensar por meio da compra de bens caros ou mesmo de viagens caras. Tudo isso pode e deve ser feito, porém deve-se procurar formas mais baratas de fazê-lo. Por exemplo, programar-se com antecedência para uma viagem, procurar comprar bens à vista com desconto ao invés de parcelar, usar corretamente os benefícios do cartão de crédito. Todas estas medidas permitem que se possas usufruir das coisas boas da vida pagando-se menos

cursoFinance

Última oportunidade no ano, no dia 21/10, das 8-18h, no Espaço Envolve, teremos mais uma edição do excelente curso de Finanças Pessoais e Investimentos.

SAIBA MAIS:  CLIQUE AQUI

DATA E HORA:

sábado, 21 de outubro de 2017

08:00 – 18:00 (Horário de Verão de Brasília)

Atenciosamente,

Fernando Cembranelli

CEO Health Innovation HUB

Sobre Fernando Cembranelli

Médico formado pela UNIFESP, com Residência Médica, em Administracao Hospitalar, pelo Hospital das Clínicas da FMUSP e MBA com foco em Healthcare Management pela Fuqua School of Business (Duke University). Co-fundador do EmpreenderSaúde, Ex-gerente do Centro de Inovacao do HCFMUSP, partner da Live Healthcare Media e CEO do Health Innova HUB (Health Innovation HUB)

Ola, deixe seu comentário para nossa comunidade!