Curso de Finanças Pessoais e Investimentos: Como funciona a Blindagem Patrimonial?

Nos  últimos anos o Brasil passou por momentos distintos: de uma ascensão econômica, em tese, plena, até uma crise política e econômica sem precedentes.

Neste período, o risco de mudanças abruptas na legislação foi enorme. Algumas mudanças que ocorreram foram benéficas a quem possui patrimônio, enquanto outras nem tanto. Nesse período, essas mudanças afetaram investimentos e o valor de produtos e patrimônios.

Nesses momentos de instabilidade, a inflação e os juros podem flutuar repentinamente, aumentando riscos na administração patrimonial.

Outro grande problema enfrentado por grandes detentores de patrimônio é em relação a linha sucessória, muitas vezes acarretando em brigas judiciais, podendo danificar os demais negócios da família.

Esses fatores podem ser agravados no caso de Profissionais da Saúde, que muitas vezes não possuem tempo para gerir seus bens ou entender como aperfeiçoar a administração de seus patrimônios de forma saudável.

Dessa forma, a Blindagem Patrimonial é uma alternativa interessante para quem pretende ter um controle pragmático de seus bens imóveis.

blindagem1

Blindagem Patrimonial: como funciona?

Na verdade, a blindagem patrimonial nada mais é do que um planejamento tributário e jurídico dos bens. A estratégia ganhou força no Brasil em meados da década de 90, após o período da hiperinflação e do congelamento das poupanças. Basicamente, a ideia é protegermos um patrimônio sob o manto de uma pessoa jurídica. Sim, estamos falando da constituição de uma sociedade. Caso isso não ocorra, os seus bens e direitos estarão sujeitos às diversas intempéries do acaso, algo muito comum entre as pessoas físicas.

Ao criar o modelo certo de sociedade, como uma holding familiar, os bens e direitos serão destacados das pessoas interessadas e passarão a compor um patrimônio único, com regras bem definidas. É possível, por exemplo, criar cláusulas de impenhorabilidade e incomunicabilidade dos bens, isso sem contar que, no nosso regime jurídico, os bens da empresa não respondem por dívidas pessoais dos sócios. Isso significa que se executarem uma cobrança contra você, seus bens protegidos na pessoa jurídica dificilmente serão afetados.

Como aprender mais?

Com o intuito de auxiliar os profissionais da saúde, a Saúde+Ação junto com o Health Innova Hub, estão promovendo o curso de Finanças Pessoais e Investimento para Profissionais de Saúde, que acontecerá em São Paulo no dia 21/10.

INSCRIÇÕES: CLIQUE AQUI

O objetivo do curso é ensinar os participantes a cuidarem de suas finanças pessoais e também a construírem e multiplicarem sua riqueza por meio de investimentos.

Dr. Francinaldo Gomes (Neurocirurgião e Mestre em Neurociências),  autor dos Livros Bolsa Valores para Médicos (Editora DOC, 2012) e Finanças no Consultório: Como Maximizar os Resultados (Editora DOC, 2017) é um dos destaques em Finanças Pessoais na área da Saúde do país, e transmitirá  no curso todo o seu conhecimento adquirido ao longo dos anos.

NÃO PERCA! CLIQUE AQUI

Obrigado,

Felipe Ricci

Health Innova HUB Development Program