AO VIVO: Storytelling na Saúde (01/06, 19hs) (c/Fernando Palácios)

 AO VIVO (01/06,19hs): A importância do Storytelling na Saúde ? (c/Fernando Palácios, Ivisen Lourenço e Fernando Cembranelli)

Entrevista transmitida via You Tube:

Fernando Palacios

Foto: Fernando Palácios (Autor do Guia de Storytelling e Prof. Curso Storytelling na Saúde)

CURSO: STORYTELLING NA SAÚDE (09/06,SP)

O PÚBLICO-ALVO
Este workshop é para VOCÊ empreendedor, médico, enfermeiro, gestor da saúde, executivo em hospitais ou empresas farmacêuticas, designer, jornalista, publicitário ou qualquer outro profissional da área de saúde que precisa se comunicar sem perder o fio da meada e a atenção da audiência. O conteúdo foi desenvolvido para que qualquer pessoa de qualquer área da saúde interessada em entender, aprender e praticar Storytelling.

Vídeo: Storytelling com Fernando Palácios (Prof. Curso Storytelling na Saúde)

INSCRIÇÕES: CLIQUE AQUI

AO VIVO (01/06,19hs): Por que aprender Storytelling na Saúde ? (c/Fernando Palácios, Ivisen Lourenço e Fernando Cembranelli)

Entrevista transmitida via You Tube: CADASTRE-SE: CLIQUE AQUI

O CHAMADO
Sabe quando um executivo quer motivar a equipe de propagandistas e parece que ninguém se engaja? Ou quando propagandista tenta explicar uma pesquisa para um médico e ele nem presta atenção? Ou quando um médico fala do diagnóstico para um paciente, que não entende nem metade? Ou ainda quando uma start-up de saúde tem uma ótima ideia, mas não consegue fazer os olhos do investidor brilhar? São nesses momentos que uma boa história podem fazer a diferença. Foi para isso que surgiu a metodologia Storytelling.

O QUE STORYTELLING?
Storytelling é uma estrutura usada por roteiristas de Hollywood para que seus filmes sejam apreciados por diferentes audiências em todos os cantos do mundo. A mesma estrutura é aplicada por escritores que produzem livros que roubam horas de sono do leitor. Publicitários também já adotaram a metodologia para evitar que seus anúncios sejam pulados e, ao contrário, ganhem um espaço no coração do consumidor. Na saúde pode ajudar o profissional da saúde num mundo em que todos têm acesso ao mar cibernético de informações – que nem sempre corretas – e com isso temos um paciente cada vez mais confuso e ao mesmo tempo arredio. Além disso, é sabido que dentro das corporações, Storytelling ajuda a explicar e aprovar projetos. Ou seja, executivos da área de saúde também podem contar com essa metodologia. Esses são apenas alguns dos exemplos de aplicar a metodologia.

POR QUE STORYTELLING 
É IMPORTANTE PARA A SAÚDE?
Certa vez, uma aluna cirurgiã dentista contou que buscava o curso para resolver um problema antigo: se falasse durante as consultas, os pacientes ficavam desconfortáveis por não estarem em condição de responder. Mas se ficasse quieta, seu dia ficava tedioso. Então Storytelling apareceu como uma ótima solução: ela poderia narrar histórias enquanto os pacientes apenas prestariam atenção e não precisariam responder. Mas o pulo do gato estava no fato de que não se tratavam de histórias aleatórias. As narrativas eram escolhidas de acordo com as necessidades de compreensão de cada paciente. Esse exemplo ilustra o ponto mais importante do Storytelling: manter a atenção entretida enquanto comunica uma mensagem importante.Por isso, muitos laboratórios já estão investindo para melhorar a atuação dos propagandistas, assim como acadêmicos e cientistas estão usando a metodologia para financiar suas pesquisas.

INSCRIÇÕES: CLIQUE AQUI

A EXPERI
ÊNCIA
O programa foi feito para dar segurança e ferramentas ao participante com relação à estratégia de Storytelling. Para isso, além de um conteúdo direcionado para a área, teremos a experiência suportada por três pilares: teoria, cases e prática.

O CONTE
ÚDO
Vamos começar com um alinhamento importante das definições e expectativas acerca do tema. Como não poderia deixar de ser, vamos começar efetivamente com uma história de abertura. O início é estratégico porque não parece uma técnica e assim o aprendizado é mais orgânico. Além de engajar a atenção, já ajuda a vivenciar o que é contar uma história. Ao pontuar o que é, de onde veio e para que serve Storytelling, vamos ao momento de prática.

O segundo bloco começa com o embasamento a partir da (neuro)ciência de por que contar histórias – mesmo para adultos e profissionais muito capacitadas – em especial para médicos. Esse é o momento de explicar os mecanismos por trás da prática.

O terceiro bloco lida com a desconstrução da história contada no início para destacar como foi estruturada. As observações começam a elucidar que qualquer um pode contar uma boa história e ao mesmo tempo demonstram o poder das narrativas, vivenciadas pelos participantes.

O quarto bloco enfoca na Técnica: 10 tipos de histórias que podem ser contadas para ressaltar valores e influenciar comportamentos. Esse momento tem objetivo de garantir uma fácil aplicação até mesmo por pessoas que não se consideram criativas.

O quinto bloco vai listar e ilustrar as diversas possibilidades do Storytelling na área da saúde a partir da apresentação de cases.

O sexto bloco vai ensinar como roteirizar um projeto, ideia ou assunto dentro de uma lógica narrativa, criando tensão, prendendo a atenção e gerando significado.

A experiência termina com tom inspiracional, para deixar todos os participantes com vontade de sair contando suas histórias.

INFORMAÇÕES GERAIS:
 
Local: Centro de Treinamento InRad – Instituto de Radiologia – Portaria 1
Data e horário: 09/06 das 8:00 as 18:00
EndereçoTravessa da Rua Dr. Ovídio Pires de Campos, 75
Vagas Limitadas!

QUEM SER
Á O FACILITADOR DA EXPERIÊNCIA?
Fernando Palacios é pioneiro do Storytelling no Brasil: produziu o primeiro estudo acadêmico em 2007 e em seguida fundou a primeira empresa de Storytelling do Brasil. Como CEO dos Storytellers, realizou os primeiros projetos brasileiros de Storytelling em 2008 e a partir de então passou a moldar o mercado com dezenas de cases de sucesso que foram estudados por empresas e faculdades.

  • Teoria aplicada à prática: projetos mostraram que cientistas bioquímicos podem explicar projetos futuristas para o board em apenas dois minutos, da mesma forma que empresas B2B como a IBM podem se comunicar através de espetáculos teatrais.
  • Know-how comprovado: além de aliar teoria à prática, a metodologia didática já foi comprovada por mais de 20 cursos na ESPM, todos com aprovação acima de 90%.
  • Já disseminou o conhecimento em mais da metade dos estados brasileiros através de cursos e palestras nas principais universidades brasileiras.
  • Metodologia internacional: palestras e cursos mininstrados em quatro continentes, em países como Estados Unidos para CIOs, PUC de Lima no Peru, Portugal para a Universidade da Beira Interior, além de Singapura, Inglaterra, Holanda, Nigéria, Espanha e Alemanha.
  • Linguagem corporativa: já realizou mais de 100 palestras e treinamentos in-company, capacitando mais de dez mil profissionais dos mais diversos segmentos e especialidades. Experiência no segmento farmacêutico, tendo mininstrado palestras para: Aché, Hypermarcas, EMS, Bayer, Hospital Israelita Albert Einstein e Hospital Moinhos de Vento.
  • Inovação em healthcare: Desenvolvou projeto pioneiro de Storytelling a ser lançado no segundo semestre de 2016. A pesquisa prévia de neurociência indicou que o projeto tem potencial de ser um game changer no setor.

INSCRIÇÕES: CLIQUE AQUI

Atenciosamente,

Fernando Cembranelli

CEO Berrini Ventures/Health Innova HUB

fernando@hihub.co

Sobre Fernando Cembranelli

Médico formado pela UNIFESP, com Residência Médica pelo Hospital das Clínicas da FMUSP e MBA com foco em Healthcare Management pela Fuqua School of Business (Duke University). Co-fundador do site EmpreenderSaúde, sócio da Live Healthcare Media e CEO do Health Innova HUB/Berrini Ventures (Hub de Inovação em Saúde e Aceleradora de Startups de Saúde Digital, líderes no Brasil)