Por que o Design Thinking é imprescindível na saúde ?

Muito mais do que desenvolver e implementar tecnologia existem duas habilidades que são críticas para a melhoria da saúde.  A primeira é o Design Thinking e a segunda é o storytelling. O design thinking coloca o usuário ou paciente no centro da solução e prototipa soluções baseados nas observações realizadas.

A Microsoft, ao lançar seu primeiro sistema operacional, superou o que se esperava em termos de funções, mas ficou para trás em termos de usabilidade, tanto que a Apple  foi  percebida como uma solução com um design muito superior, que não era apenas esteticamente agradável, mas cuja experiência era muito superior.

A Apple, ao lançar seu primeiro mouse, deu uma excelente lição de design thinking. Fez isso após tomar conhecimento de um mouse da XEROX que custava USD 400 e  trouxeram  a IDEO para que o preço final chegasse a USD 25 e buscar entender PROFUNDAMENTE a reação do público aquela novidade, tanto que milhares de protótipos foram desenhados, o que desconstrói completamente a percepção de gênio da lâmpada de Steve Jobs. Ele era essencialmente um Design Thinker. E a consultoria de design thinking IDEO esteve envolvida em inúmeros projetos da Apple.

apple-mouse

Foto: Apple Mouse

Num mundo cada vez mais digital, a baixa adoção de ferramentas digitais para que as pessoas tenham maior aderência e engajamento a seus tratamentos  tem no pobre design um de seus grandes vilãos. Após a hype de adotar ferramentas digitais, pacientes não utilizarão aplicativos ou outras soluções que não consigam se integrar completamente em seu estilo de vida. E construir ferramentas com design de excelência requer tempo e alto investimento para investir na experiência.

Ir a um hospital hoje, ou ir a um hospital de trinta anos atrás, na grande maioria dos casos, a experiência é a mesma. Alto tempo de espera, direções confusas para onde tem de se ir e muito tempo sem informação. Para mudar esta percepção, alguns hospitais começam a mudar seus processos baseados em design thinking, mas a  pergunta fundamental que tem  que se fazer é qual o design necessário para que o paciente tenha uma grande experiência em nossas instalações, uma com que faça com que ele se sinta acolhido, bem informado e compreendido durante sua internação ?

Neste sentido, fiz o vídeo abaixo, que é uma reflexão sobre a importância do Design Thinking na Saúde, um conhecimento que é IMPRESCINDÍVEL para todo gestor da saúde.

Atenciosamente,

Fernando Cembranelli

CEO BV/Hub de Inovação em Saúde

fernando@berriniventures.com

Sobre Fernando Cembranelli

Médico formado pela UNIFESP, com Residência Médica pelo Hospital das Clínicas da FMUSP e MBA com foco em Healthcare Management pela Fuqua School of Business (Duke University). Co-fundador do site EmpreenderSaúde, sócio da Live Healthcare Media e CEO do Health Innova HUB/Berrini Ventures (Hub de Inovação em Saúde e Aceleradora de Startups de Saúde Digital, líderes no Brasil)