ūüĎČ Como o blockchain VAI revolucionar a sa√ļde? ūüď•

A tecnologia de blockchain foi desenvolvida, em um primeiro momento, para a criptomoeda Bitcoin com a sua primeira descri√ß√£o feita em 2008 por Satoshi Nakamoto (pseud√īnimo).

Para entendermos de maneira bem f√°cil o conceito primordial do blockchain , vamos usar uma met√°fora!

Imagine que a bitcoin seja uma moeda f√≠sica, e que ocorram transa√ß√Ķes dessa moeda da forma habitual como conhecemos pelas bolsas de valores. O blockchain √© como se fosse uma carteira, segura que possibilita a transa√ß√£o desses montantes entre as pessoas. S√≥ que em vez de ser algo f√≠sico como ocorria bem antigamente nessas bolsas, o blockchain √© completamente virtual devido √† pr√≥pria natureza das criptomoedas.

Btc

O interessante dessa tecnologia √© que diferente das transa√ß√Ķes antigas, ao mesmo tempo, a transa√ß√£o √© verificada e confirmada por todas as carteiras envolvidas. Devido a esta sequ√™ncia cont√≠nua de blocos de informa√ß√£o, a informa√ß√£o que diz respeito a todas as opera√ß√Ķes realizadas no passado, em qualquer dado momento, √© completamente transparente e literalmente √† prova de falsifica√ß√£o. Fant√°stico, n√£o? Al√©m disso, o anonimato dessas transa√ß√Ķes √© garantido!

E como isso poderia aplicar-se especificamente √† sa√ļde?

Todo esse espectro de confidencialidade e segurança é basicamente tudo que temos, há muito tempo, procurado para desenvolver sistemas seguros para a gestão do cudado dos pacientes.

Uma solu√ß√£o muito inteligente foi desenvolvida pela startup norte-americana Gema, que est√° ativamente envolvido nesta √°rea e, por isso, lan√ßou o Rede de Sa√ļde Gem baseado no tecnologia Ethereum Blockchain. Atrav√©s de uma potente estrutura de rede compartilhada, os especialistas de sa√ļde diferentes podem acessar a mesma informa√ß√£o acerca do hist√≥rico dos pacientes, gerando cogest√£o dos dados e implicando em indicadores potencialmente melhores de qualidade assistencial. Isso tamb√©m ir√° permitir o desenvolvimento de uma nova classe de aplica√ß√Ķes baseadas em blockchain na √°rea da sa√ļde que ir√° desbloquear o desperd√≠cio de recursos e resolver problemas operacionais importantes relacionados √† gest√£o.

compmedica

Um outro exemplo incr√≠vel de aplicabilidade do blockchain √© a startup healthbank, que prop√Ķe uma abordagem radicalmente nova quando se trata de manipula√ß√£o e compartilhamento de dados de sa√ļde pessoais. Este startup oferece aos seus usu√°rios uma plataforma na qual eles podem armazenar e gerenciar suas informa√ß√Ķes de sa√ļde em um ambiente completamente seguro. Isso inaugura uma era onde a soberania sobre os dados encontra-se totalmente nas m√£os do usu√°rio.

Est√° com d√ļvidas sobre algum dos itens acima? Gostou do post? Quer sugerir algum tema?

Deixe seus questionamentos e sugest√Ķes nos coment√°rios!

Tenha uma excelente semana, bem produtiva e com a cabeça fora da caixa!

Bruno Lima

Health Innova HUB in Training

Sobre Fernando Cembranelli

M√©dico formado pela UNIFESP, com Resid√™ncia M√©dica, em Administracao Hospitalar, pelo Hospital das Cl√≠nicas da FMUSP e MBA com foco em Healthcare Management pela Fuqua School of Business (Duke University). Co-fundador do EmpreenderSa√ļde, Ex-gerente do Centro de Inovacao do HCFMUSP, partner da Live Healthcare Media e CEO do Health Innova HUB (Health Innovation HUB)

Ola, deixe seu coment√°rio para nossa comunidade!