“🇧🇷, um país de poucos” : Neymar e o desafio de acesso à saúde!

Relato de um médico :

“Estou de plantão na Maternidade Odete Valadares, uma maternidade pública estadual REFERÊNCIA no estado de Minas Gerais para acolhimento e tratamento de gestantes de alto risco, RNs prematuros e casos ginecológicos complexos. 

Faltam leitos de CTI neonatal para atender toda a demanda. 

Não raramente pacientes ficam alojadas em macas por falta de leitos em enfermaria. 

Faltam médicos para preencher contratos de trabalho dada a burocracia para contratação e os salários defasados frente aos demais postos de trabalho semelhantes.

Para completar, nosso salário está sendo pago em três parcelas mensais, pois o Governo do Estado diz que o orçamento não é suficiente para que o Estado faça o pagamento em parcela única.

A exatos 50 metros daqui, no Hospital Mater Dei, o craque Neymar esta internado para uma cirurgia do quinto metatarso (dedinho do pé).

 

Foto: Mata da Maternidade Odete Valadares e Mater Dei, em Belo Horizonte, Minas Gerais

Pedestres estão sendo impedidos de transitar pela calçada do hospital. 

Viaturas da polícia estão estacionadas desde cedo nos arredores. 

Que a imprensa noticie o que realmente importa, o que causa impacto na vida do cidadão que paga impostos e não tem contrapartida.”

De um médico indignado

PARTICIPE: Clínica do Amanhã 2018

A Clínica do Amanhã 2018.jpg

É essa realidade que queremos para o Brasil ?

Fernando Cembranelli, MD/MBA

“Leading  Healthcare Innovation Ecosystems, across Latin America”

Sobre Fernando Cembranelli

Médico formado pela UNIFESP, com Residência Médica, em Administracao Hospitalar, pelo Hospital das Clínicas da FMUSP e MBA com foco em Healthcare Management pela Fuqua School of Business (Duke University). Co-fundador do EmpreenderSaúde, Ex-gerente do Centro de Inovacao do HCFMUSP, partner da Live Healthcare Media e CEO do Health Innova HUB (Health Innovation HUB)

Ola, deixe seu comentário para nossa comunidade!